terça-feira, 5 de março de 2013

Governo do Estado vai construir 49 escolas indígenas


Dando continuidade às ações envolvendo as comunidades indígenas do Estado, como o Projeto de Proteção Florestal em Terras Indígenas e o Projeto de Fortalecimento da Produção Sustentável em Terras Indígenas, a educação das comunidades recebe, no biênio de 2013 a 2014, mais 49 prédios escolares.

A construção destas novas escolas, com valor superior a R$ 3 milhões, irá beneficiar 18 Terras Indígenas, com prédios escolares com até cinco salas da aula. A previsão da Secretaria de Estado de Educação e Esporte (SEE) é contemplar cerca de três mil alunos em todos os municípios que têm em seu território alguma área de Terra Indígena.

No período de 2010 a 2012, a SEE realizou a construção de 22 escolas distribuídas em 11 Terras Indígenas nos municípios do Vale do Juruá, Alto Acre e Tarauacá-Envira, com valores estimados em mais de R$ 1 milhão, que contemplaram 617 alunos.

Atualmente, a Educação Indígena abrange mais de sete mil alunos de 176 aldeias do território acreano, distribuídos em 182 escolas. Essas comunidades também conquistaram o direito de elaborar projetos educacionais que favoreçam a afirmação de suas diferenças culturais, assumindo novos significados e papeis dentro das ações sociais do governo.

Para Maria do Socorro de Oliveira, coordenadora da Educação Indígena da SEE, “a escola indígena tornou-se um local de afirmação étnica para as comunidades beneficiadas pelas ações promovidas pela SEE. Incentivamos a valorização das línguas maternas, a utilização dos próprios sistemas de ensino e a produção de materiais didáticos específicos, pensando sempre no bem-estar entre os técnicos e as comunidades em que eles atuam”.

Astorige Carneiro (Assessoria SEE)

Nenhum comentário:

Postar um comentário