terça-feira, 12 de maio de 2015

ACRE: Governo apresenta versão final do Plano Estadual de Educação

Tião Viana agora encaminhará o plano à Aleac (Foto: Sérgio Vale/Secom)
O governador Tião Viana recebeu nesta segunda-feira, 11, na Casa Civil, a versão final do Plano Estadual de Educação, organizado pelo Fórum Estadual de Educação e pela Secretaria de Estado de Educação e Esporte (SEE). O documento contém as diretrizes que nortearão o governo do Estado nas políticas públicas de educação pelos próximos dez anos, e agora será encaminhado à Assembleia Legislativa do Acre (Aleac), para aprovação parlamentar.

Entre as diretrizes do Plano Estadual de Educação, pode-se destacar a valorização social dos profissionais da educação, a erradicação do analfabetismo, a universalização do acesso à Educação Básica e a redução das desigualdades educacionais no Estado, com a promoção da inclusão e ampliação das oportunidades, com ênfase no combate a todas as formas de discriminação.

Um plano não é difícil de fazer, difícil é transferir verdade para ele. E vocês aqui conseguiram isso. Alegra-me saber que esse projeto foi concedido com tanta ética e respeito. Tenho certeza de que os resultados vão ser os avanços nos nossos índices educacionais”, ressaltou o governador Tião Viana, ao lembrar que o plano vem sendo construído desde 2008.

O secretário de Educação, Marco Brandão, ressalta que o plano será encaminhado para a Aleac, e para que se possa ter a partir de agora audiências públicas. “Ele trata de vários aspectos, desde os financiamentos da educação até a qualificação docente. São metas em educação infantil, em educação média, com universalização do acesso, e este projeto norteia este caminho.”

O deputado estadual Daniel Zen, que já foi secretário de Educação, disse: “Este é um documento norteador das políticas públicas, e o gestor que o seguir terá uma grande probabilidade de sucesso. É fruto de uma ação consciente e planejada de forma a contribuir com o sucesso das gestões de políticas públicas do Estado”.

Já a deputada Leila Galvão, presidente da comissão de educação, lembra: “Quando chegar à Assembleia, nosso papel é analisar todos os aspectos. Entendemos que não teremos tantas dificuldades na análise, e será um fato histórico, pois é a primeira vez que teremos um documento desse porte em mãos”.

Da Agência Acre

Nenhum comentário:

Postar um comentário